Blog da HA
HA odontologia - Joinville SC

Crianças x Escovação

Publicado em: 15/02/2016

Quem tem filhos, e até quem não tem, sabe como é difícil habituar os pequenos a desenvolver uma higiene bucal adequada. A partir do momento em que se tornam “independentes” na escovação, pois conseguem fazê-la sozinhos, se inicia um processo de resistência após as refeições e, principalmente, antes de ir dormir. Crianças, salvo raras exceções, detestam escovar os dentes. 

Mas a escovação não é uma opção, principalmente para eles, que têm o sistema imunológico mais frágil e, como se não bastasse, colocam qualquer coisa na boca. Para auxiliar nossos pacientes e leitores, segue uma cartilha de dicas para instruí-los nesse árduo processo de convencimento.

Dê o exemplo!

Educação vem de casa. O primeiro passo para instruir os pequenos a fazerem o certo é dando o exemplo. Sabe aquele dizer popular “criança vê, criança faz”? A chance de aplicá-lo nessa situação é pequena, mas pode acontecer. Adquira o costume de escovar os dentes logo após as refeições, jamais esquecendo o fio dental, no âmbito de influenciar a criança a desenvolver o mesmo hábito. Escove os dentes com seu filho, demonstrando como se faz, de forma paciente e didática. Se possível, no início, transforme a escovação num “momento família”, algo que seus filhos dificilmente irão querer ficar de fora nessa fase da vida.

Escova e ambiente adequados

Se for para incentivar a criança a escovar os dentes, não há por que não gastar um pouco mais em uma escova de dentes que seja do agrado do seu filho. Escovas com personagens e de desenhos animados não são incomuns e podem ser encontradas até mesmo em supermercados. Estabelecer uma relação com a escova pode facilitar o processo. Além disso, normalmente possuem as cerdas menores e macias, mais apropriadas para crianças.

Em relação ao ambiente apropriado, evite colocar a criança em ambientes altos para a escovação, como o vaso sanitário, ou a própria pia. Eles têm uma fobia quase que inconsciente de alturas, podendo tornar o processo traumático. Coloque um espelho na altura dela, fará com que ela se sinta integrada à atividade, e que não pense que é uma atividade de adulto. Se possível, posicione um copo d’água ao lado, para que seu filho possa enxaguar a boca, evitando que ele necessite se esticar e se debruçar sobre a pia.

Aponte para os males da falta de escovação

Não há necessidade de terrorismo. Não precisa levantar a voz, ou inventar histórias mirabolantes do que pode acontecer se seu filho não escovar os dentes. Fazer isso pode lhe fazer perder a credibilidade. Evidencie a existência dos “bichinhos” (cáries) que machucam os dentes, informando, de maneira sutil, que pecar na escovação pode fazê-los aparecer.

Use a tecnologia a seu favor

Vivemos numa era digital. Uma época na qual as crianças começam a mexer em tablets e smartphones assim que desenvolvem certas funções cognitivas e motoras – ou até antes disso. A cada dia que passa, surgem novos aplicativos, e isso inclui os didáticos. O AppDentist é um aplicativo no qual a criança vira o dentista, podendo limpar os dentes de personagens virtuais. Entre outros aplicativos, os mais utilizados são o Disney Magic Timer, Guerra dos Mutans e o Brush DJ, todos influenciando a escovação e, indiretamente, influenciando os pequenos a verem o dentista como mocinho em vez de vilão.



FACEBOOK:



YOUTUBE:

acesse nosso canal no youtube